Então você acabou de comprar seu ukulele. A primeira coisa que deve se colocar em mente é que o ukulele NÃO É um violão pequeno e NÃO É um cavaquinho. O ukulele é um instrumento sério e merece que sejam observadas suas peculiaridades.

1º Passo: Afinar

O ukulele tem geralmente 4 cordas, geralmente na afinação conhecida como “High G”. Digo “geralmente”, pois existem alguns casos especiais de ukuleles com mais cordas, como os ukuleles de 6 e 8 cordas e os guitaleles.

Na afinação “High G”, as cordas são afinadas na seguinte sequência: Sol, Dó, Mi, Lá (G C E A), contando da corda mais próxima do seu rosto quando vc olha para baixo. Pode parecer um pouco estranho para os desavisados, mas a corda G (que “deveria” ser mais a grave) é aguda, sendo de fato 1 oitava mais aguda do que “deveria ser”.

A forma mais fácil de afinar o ukulele é utilizando um afinador digital. Eu utilizo o Giannini GTU-1, um afinador de contato que tem um “clip” que é colocado na mão do instrumento e reconhece as notas a partir da vibração (é especialmente bom em ambientes barulhentos), porém pode ser usado praticamente qualquer afinador cromático.

Caso você (ainda) não tenha um afinador digital, você pode comparar a nota das cordas com este vídeo do Youtube:

Existe também a opção de fazer o download do software AP Tuner.

No início pode ser necessário afinar o ukulele muitas vezes. MUITAS vezes. As cordas poderão demorar um pouco para assentar. Tendo então afinado seu ukulele, devemos seguir para o próximo passo.

2º Passo: Como segurar o instrumento

O ukulele (especialmente o soprano) por ser um instrumento pequeno, não possui a necessidade de ter um pino de correia acoplado. A maneira “correta” de segurá-lo é utilizando o seu braço direito como um “ninho” e segurá-lo contra o corpo, dando a sustentação necessária. Se você estiver segurando corretamente, você deverá ser capaz de tirar qualquer uma das mãos e ele continuar onde está.

Esta posição também proporciona um alcance da mão no “sweet spot” do ukulele, o local por onde ele deve ser dedilhado, localizado entre local onde o braço encontra o corpo e o 12º traste. Guitarristas e violonistas são propensos a tocar na altura da boca, o que eu não recomendo.

Cliff Edwards "Ukulele Ike" - Forma correta de se segurar o ukulele

Para um rendimento sonoro superior, o ukulele deve ser tocado com os dedos. Palhetas geram um som menos bonito e limitam alguns padrões de mão direita especiais do ukulele. A forma mais recomendada é utilizar o dedo indicador, com as unhas voltadas para o chão, sendo que quando for feito um “strum” para baixo, as unhas baterão nas cordas e para cima, a carne da parte de trás do dedo.

Sabendo segurar o ukulele e ele estando afinado, podemos passar para os…

3º Passo: Primeiros acordes

Estes são os 3 acordes que eu recomendo que você aprenda. Sabendo esses 3 e possuindo uma certa “fluência” na troca, será possível tocar muitas das músicas pop nacionais e internacionais. Cada linha horizontal representa um traste e cada linha vertical, uma corda. Da esquerda para a direita, são as cordas GCEA. A bolinha preta representa o local onde o dedo deve ser posicionado. Após posicionar os dedos como nos desenhos, toque todas as cordas e o som deverá sair limpo. Se alguma das cordas estiver zumbindo ou o som estiver saindo abafado, tente posicionar o dedo de uma forma melhor nos trastes. Pode ser também que uma parte da sua mão esteja abafando das outras cordas. É extremamente importante que o instrumento esteja bem afinado e os dedos posicionados de uma forma correta. Tente tocar a música abaixo.

C                         F
  Quando olhei a terra ardendo
         C     G    C
Qual fogueira de São João
          C             F
Eu perguntei a Deus do céu, ai
           G          C
Por quê tamanha judiação

É importante que TODAS as cordas soem enquanto os acordes forem tocados. Não é uma questão de força, e sim de posicionamento dos dedos.

Anúncios